Lar

Por diligência, adquirir a capacidade de ler inteligivelmente, falar em tom claro, sonoro, de maneira distinta e impressiva. Deste modo desenvolver grandemente a eficiência como obreira do lar. Cada lar é chamado para anunciar insondáveis riquezas. Não pretender que porta-vozes sejam incultos. Não restrinjir ou rebaixar a fonte que flui para a vida. Aperfeiçoar todos os sentidos para um trabalho perfeito que impressione o coração. Compassado, distinto, solene, com sinceridade que sua importância requer. O desenvolvimento e uso deste dom se relacionam com amor, aprofunda a vida familiar em todo intercâmbio mútuo. Falar em tom agradável, usar linguagem pura, amável, cortês. Palavras suaves e bondosas são para o espírito como o orvalho e a chuva branda.

Comentários

  1. Boa noite!

    Lindo texto, sucesso neste novo blog!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá, querida amiga!
    Tudo gira em torno do Amor.
    Ele é nossa força e estrutura.
    Até a linguagem precisa ser amável, muito bem.
    O orvalho é uma pauta para nossas ações, intenções e operações.
    Muito bonito o texto.
    Seja feliz e abençoada!
    Boa sorte com o novo blog!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. O tom do amor deve estar em cada lugar e lar...Torna tudo mais atrativo para todos..
    Parabéns pelo novo blog e desejo sucesso!
    beijos, chica

    ResponderExcluir
  4. Lar é o onde o coração (e o amor) da gente está. Lar é paz dentro e fora.
    Amei o novo blog. Muito, muito sucesso nessa jornada também.

    ResponderExcluir
  5. Olá amiga Renata, com toda sua extensão, nuances, amabilidades e imperfeições, Lar é onde está nosso coração, nossos tesouros, nossa vida mais natural e pura.

    Sucesso nesse novo cantinho de escrever! Obrigada pelo convite! ♥

    Beijos, Tê e Maria ♥

    ResponderExcluir
  6. Boa tarde Rê.
    É sempre um presente ler suas postagens, suas sensatas palavras que fortalecem os corações.
    Que nome lindo, que aquece os corações... Amei!
    Obrigada pelo convite, quero sempre vir e apreciar suas palavras, jornada da vida...
    Tanto o amor como as guerras começam em casa! Tudo depende daquilo que cultivamos diariamente, pois nada fica oculto aos olhos de Deus, do Universo... Nenhum trabalho é em vão, nenhuma dedicação, nada fica no oculto, assim como também as falácias, enfim, lar é aconchego que precisa ser construído diariamente, tijolo por tijolo, com muito esforço, dedicação, olhar atento sempre...
    Bom final de semana.
    Beijos no coração.
    Juliana.

    ResponderExcluir
  7. Olá Renata, estive enrolado meus e-mails, mas hoje tirei o dia para ajustar e vejo este belo convite e logo que adentro encontro esta bela mensagem, que bem sei, é seu modo de vida e assim é feliz, por estar sempre na procura do bem, do fazer o melhor e tudo isso é possível, quando o amor vai na frente, abre os caminhos, cria um ambiente saudável. A família é minha tradução de amor, um amor que me impulsiona a crer naqueles que vejo o amor nos seus olhos.
    Gostei Renata e sigo.
    Beijo e paz no coração.

    ResponderExcluir
  8. Olá Renata. Sucesso no seu novo espaço. Gostei do nome e estarei seguindo. Não recebo atualizações no meu blog, mas vou visitando aos poucos os amigos. Bonito seu texto exaltando com amor as riquezas do lar, da família. Bjsss

    ResponderExcluir
  9. Olá Renata
    Que maravilhosa mensagem, Renata.
    Gosto imenso do seu blog.
    Linda semana.
    Beijinhos
    Verena.

    ResponderExcluir
  10. Olá Renata
    Respondendo a sua pergunta:
    Sim, é a minha netinha Luiza.
    Vovó aqui é muito coruja...rs
    Estamos ansiosos esperando a chegada do irmãozinho de Luiza.
    Beijinhos
    Verena.

    ResponderExcluir

Postar um comentário