Bastidores

O panorama político, os fenômenos naturais, a condição social e emocional têm sido prenúncios de não poder escapar à realidade do crescimento exponencial de todos os desastres naturais. A quantidade de informações traz medo, incerteza, inconstância. Daí o tempo torna-se ansioso. Confiar, sossegar, coração revigorado, animado, aquecido resta pouco. Pensar e falar mais sobre o eu mantém o sentimento exarcebado. Longe do saudável louvor e deleite. Falar de coisas temporais é se interessar por elas. Falar das alegrias deveria ser natural bondade dos ricos dons da intenção de absorver os pensamentos, ao ponto de não restar nada para dar e lembrar a todo instante, senão elos de amor e gratidão ao Benfeitor. O que tiver que acontecer imediatamente, acontecerá, mas algumas coisas vão exigir um tempo de espera.

Comentários

  1. Lindo texto e precisamos nos deter em falar sobre coisas boas e do bem já que se olharmos para o panorama que vemos nos noticiários, quase morremos do coração surpresas com tantas maldades feitas ... Mas foquemos nas boas! beijos, lindo dia! chica

    ResponderExcluir
  2. Boa tarde de paz, querida amiga Renata!
    Lendo seu texto reflexivo, lembrei-me , imediatamente, do salmo 130.
    Minha alma está tranquila, sossegada como criança amamentada no regaço da sua mãe...
    Bem assim é a paz de Cristo (muito diferente da do mundo).
    Falar de si e dos sentimentos só com pessoas especiais que sabem ouvir.
    Têm pessoas que não suportamos ouvir dor da alma e nem queremos ouvir falar de nada no estilo para não ficarmos mal, fugimos ... Como explicam bem os psicólogos.
    Têm muitos de nós que corremos a espalhar a quatro cantos do mundo sentimentos dos que as considerávamos amigos. Lamentável!
    Têm também os que não queremos, não nos interessamos mesmo por nada que não seja nosso próprio eu.
    Esperemos em Deus que tudo vê e nos responde a todos apelos e necessidades pessoais.
    O coração do ser humano só Deus pode adentrar. Por ser assim, Ele não julga, cuida com zelo amoroso, por todos os que nos abandonam.
    Por trás dos bastidores, temos um Deus Amor que nos ama incondicionalmente, mesmo sem merecermos. Daí nosso louvor e gratidão a Ele sempre.
    Sempre com mensagens edificantes, notícias alvissareirs que fazem bem ao espírito ler e refletir.
    Tenha dias abençoados na Presença divina!
    Beijinhos com carinho de gratidão e estima
    😘🕊️💙💐

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, querida!
      Voltei para lhe agradecer pela sua linda participação no Entusiasmo Azul, adorei.
      Tenha uma nova semana abençoada!
      Beijinhos 😘

      Excluir
  3. Lindíssimo registo!
    Adorei. Parabéns
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Muito bom seu olhar e visão de um mundo, de um tempo em que falar de amor, tornou-se mais do que necessário. A vida torna-se cada dia mais complexa, as relações estremecem por pouca coisa. A morte banalizada e a torrente de noticias ruins inundam nossos olhos e cria um estado de desanimo Renata. Recriar esperanças, reacender a chama da vida é o nosso maior objetivo.
    Que a semana flua leve e alegre amiga.
    Beijo e paz no coração.

    ResponderExcluir
  5. A humanidade está a destruir o planeta.
    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderExcluir
  6. Bom dia, Renata
    Linda reflexão. Falar da bondade de Deus anima a vida, bjs querida.

    ResponderExcluir
  7. Ainda bem que o Benfeitor é amoroso e cuida sempre dos Seus com poder e graça.
    Bonita reflexão, Renata.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá Renata,
    Um texto muito assertivo e de grande reflexão. No entanto, não sei a que benfeitor te referes. Eu, como não crente, não acredito em deuses salvadores da humanidade, apenas acredito nas minhas capacidades e fragilidades, para enfrentar os problemas e tentar resolver da melhor maneira possível.
    Continuação de ótima semana.
    Beijinhos.

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. O que tem de acontecer acaba por se concretizar, temos é de saber esperar e nunca perder a nossa fé.
    Excelente reflexão.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Olá, Renata, eu vejo noticiosos, estou ao par das mazelas do nosso país, e sabendo o que está acontecendo no mundo, não tudo, é claro. Mas, com tudo, não abro mão de fazer coisas que me dão satisfação, alegria, precisamos equilibrar as coisas, as notícias que chegam para não pirarmos, pois o mundo não vai mudar, os atritos entre os povos continuarão, as pessoas seguirão como são, e nessa música é que temos de 'aprender' a dançar.
    Um ótimo domingo,
    beijinho!

    ResponderExcluir
  11. Boa tarde minha querida amiga. Quando você vier ao Rio, terá um grande amigo carioca, para passear com você.

    ResponderExcluir
  12. Olá Renata!
    Passando por aqui, para desejar um feliz fim de semana.
    Beijinhos!

    Mário Margaride

    http://poesiaaquiesta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Voltei para agradecer seu carinho pelo meu aniversário. Fez toda diferença para meu dia ser mais feliz.
    Seja também feliz e abençoada, Amiga!
    Beijinhos de gratidão 💐

    ResponderExcluir
  14. Os tempos andam de facto perturbadores e os seres humanos andam inquietos, mesmo quando disfrutam de momentos de tranquilidade e paz. A união dos amigos ajuda muito a superar.
    Renata, gostei da proposta de reflexão.
    Este ano tenho de agradecer o nosso encontro.

    Agradeço os votos de boas férias que me desejou no início de julho e convido-a a colaborar na minha celebração da Amizade. O meu abraço cordial.
    ~~~~~~~

    ResponderExcluir
  15. Vivemos tempos estranhos, em que o excesso de informação roça a desinformação... pois não há tempo para interiorizar e aprofundar nada. Para além de certos temas nos serem corrosivos, pela excessiva insistência nos mesmos, sem nada se acrescentar verdadeiramente...
    Gostei imenso da reflexão! Deixo um beijinho e votos de continuação de uma excelente semana!
    Ana

    ResponderExcluir

Postar um comentário